quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Conjunto


 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Com o coração taquicardia
Sobe o sol sobre o monte
E me diz: bom dia!
Sol, tu que brilhas tanto
Agora tão velho e já cansado
Como ainda tens tanto encanto?!
E brilhas às multidões... às nações
Para as dores e para as canções!
Pobre sol!
Não digas nada! Fica mudo...
A vida é celeiro de egoístas
Não queiras se fazer conjunto...
Não me ofereças tuas palavras
Além de não ter dinheiro
Eu não tenho bom senso
Não tenho bom gosto
Sou um poço,
... e estão me vendendo...
 

terça-feira, 14 de agosto de 2012

Infidelidade Partidária










Miranda queria ser político
Fez cartaz, panfleto, campanha
Discursos, comícios, enfim...

Miranda queria ser político
Mas sua mulher votou em mim!

Miranda, Miranda, Miranda...
Logo eu! que Nem candidatei...

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Bumerangue













Quem cava a cova do coveiro?
Estou certo de que é o coveiro que aqui fica
Aquele que passou a vida a despedir-se de todos
Homens, mulheres, conhecidos e desconhecidos
Agora se despede da gente
a terra que tanto jogou no outros
Sobre o seu corpo lacrado em caixão sente!
Devemos sempre nos lembrar na vida
Tudo o que fazemos de alguma forma volta para gente
Não dá para enganar a vida toda
Não dá para se fazer de inocente
Há de alguma forma uma justiça
Tem de haver!
E hoje estou triste novamente
Meus olhos estão cheios de lágrimas
Por pensar que poderia ter havido amor entre a gente
Você me enganou, me fez acreditar que eu poderia
Que meus pequenos erros eram passageiros
E que você me aceitaria
Mas é tentando buscar o perfeito
Muitas vezes que descobrimos nossas limitações
O ser humano é limitado
E não sabe se defender quando seu coração está cheio de paixão
A perfeição envolve o ser amado
E todo questionamento é vão
Tudo o que fazemos volta de alguma forma volta para gente
Como um bumerangue, ou como uma carta mal endereçada
De volta ao remetente!




quarta-feira, 1 de agosto de 2012

O fora - (Analisando a letra)

video


Cheguei atrasado pro encontro de amor
Hummm então você chegou atrasado pro encontro de amor?
Não me parece muito prudente chamar qualquer encontro de encontro
do amor... mas bora ver o que dá...
Com alguém que eu queria muito rever
Você queria muito revê-la? Entendo, e ela? Queria te ver?!
O tempo passou mais depressa que eu
O tempo passou mais depressa que você??? rs Como assim?
Em questão de minutos eu perdi você
Véiii, na boa... Em questão de segundos, ... você a perdeu?
Em questão de minutos eu perdi você
Ops, de minutos!
Pára, cara! Pára de fantasiar... Não me parece ter sido seu atrasado
que a fez perdê-la...
Feito um louco em meu carro rodei a cidade
Pra ver se encontrava você por aí
Cara, que espécie de encontro é esse?
No qual, você se atrasa... e não tem um número de celular pra ligar
e dizer olha, aconteceu um imprevisto... o cachorro do meu vizinho foi
atropelado, e tive que ir consolá-lo mas tô chegando...
Ou vai me dizer que não pegou o número dela?
Cara, você é muito amador!
Vai me dizer que não tinha créditos?
Mas nem pra uma mensagem?
E quer sair de que jeito?
De repente entrei em um lugar qualquer
E por coincidência você estava ali
O amor prega cada peça na gente!
Muito lindo essas coincidências...
Quase me lembra Cazuza: "que coincidência é o amor
a nossa música nunca mais tocou..."
Fiquei te olhando enquanto você dançava
Você me flertando enquanto ele te abraçava
Ela te flertando? No mínimo, muito preocupada... muito!
E nesse impasse, morrendo de desejo,
Sem poder fazer nada.
Sem poder fazer nada! Realmente
sem poder fazer nada! Enfim uma frase coerente!
Amigo, vai por mim... a essa altura do campeonato
você não poderia fazer, absolutamente NADA...
*Como você me marca um encontro com uma mulher
Não vai buscá-la em casa!
*Consegue levar mais tempo pra se arrumar do que ela
sim, pois você se ATRASOU, conforme verso um:
"Cheguei atrasado pro encontro de amor"
*Não pega o número dela pra ligar! E dizer que você
é um homem moderno, que tira a sobrancelha
depila as pernas e axilas, passa base corretiva no rosto
faz francesinha nas unhas e por isso vai se atrasar um
pouquinho! Como?
*Cara você estava de carro, meu... (Feito um louco em
meu carro rodei a cidade) buscasse a piriguete em casa, véi!
Ali parado, tomando uma cerveja,
Véi... que cerveja o quê? Que mané cerveja, meu!
A essas alturas você devia estar tomando é pinga, meu!
Eu e a tristeza dividindo uma mesaem que pegar outra
Você e a tristeza? E por que não foi dançar com uma qualquer?
Não sabe que pra conquistar uma mulher... Não sabe que uma
das maneiras de chamar a atenção de uma mulher e ficar
com outra na frente dela? Ah sim, você é principiante!
Enquanto eu sofria entre um gole e outro
O cara só te beijava
Este só beijava, quer dizer que era pouco o que o cara fazia?
Ou só beijava o tempo todo? Justifique sua resposta!
No meu desespero entre o ciúme e a raiva,
Desespero não ajuda em nada! Já dizia minha avó:
quando for assim, você ignora!
Feito um palhaço que levou um fora
Por que palhaço?!
Paguei minha conta, olhei pra bandida,
Entrei no carro e fui embora.
Paguei minha conta, olhei pra bandida... entrei no carro e fui embora!
E ela pensou: ja vai tarde idiota!
Paguei minha conta, olhei pra bandida,
Entrei no carro e fui embora
E ainda insiste que ela é bandida! Você que é lerdo meu!
Vamos curtir um pouquinho da música agora:
Fiquei te olhando enquanto você dançava
Você me flertando enquanto ele te abraçava
Que saia justa!
E nesse impasse, morrendo de desejo,
Sem poder fazer nada.
(...)
Ali parado, tomando uma cerveja,
Repare que ele está de carro e bebendo
Eu e a tristeza dividindo uma mesa
Enquanto eu sofria entre um gole e outro
Um gole e outro! Vai ver bebeu pra caralho!
O cara só te beijava
Ali, no meio de todo mundo ele só beijava mesmo
Mas não iria ficar só nisso... afinl, ela é bandida!
No meu desespero entre o ciúme e a raiva,
Feito um palhaço que levou um fora
Paguei minha conta, olhei pra bandida,
Entrei no carro e fui embora.(3x)
Cara, pra que repetir três vezes que você olhou
pra bandida entrou no carro e foi embora?!
Você não levou vantagem, meu!
Paguei minha conta, olhei pra bandida,
Entrei no carro e fui embora.(3x)
É um fora da lei mesmo! Chapou o caneco
entrou no carro bêbado, e saiu dirigindo
colocando em risco a vida de civis inocentes
que não tem culpa de você fazer tudo ERRADO, cara!
Um erro não justifica o outro!
Vai por mim, engole o choro, levanta a cabeça e
arquiteta melhor o próximo encontro!