quarta-feira, 28 de abril de 2010

... e tudo remete a você ...


In é o prefixo utilizado para tornar mais autenticas nossas qualidades
Incapazes somos nós...
Aqui estou, no inverno deste bar charmoso e frio
E foi no calor, e foi aqui
Que seu rebolado se encontrou com meu assovio...
Ahhh...
Quando há inobservância de qualquer conceito moral auto-estabelecido,
toda tentativa de acerto, acusa...
e eu tentei..., lutei, mudei...
Coloquei tantas vezes para tocar a música que você gostava...
Me sacrifiquei e você... você não dançava...
Eu? Eu dançava, eu dancei!
eu mudei tanto, que me tornei mudo...
mas você também mudou...
deixou de lado aquele visual de Cinderela Hard Core
e passou a desfilar todos os rosas da mundo...
e se faz necessário mudar!
Mudamos, ao longo do tempo as palavras, mas no coração, expressam a dor os mesmos sinônimos...
Os opostos se atraem... e nós sempre fomos antônimos...
E eu estou aqui! E não te quero mais...
Pois não posso renunciar a paz
Mas uma carência afetiva me contamina
E a sua beleza... é, me contagia!
Tudo parece mais próximo quando não se deseja mais; querer, distancia!
Saudade, esse sentimento que fica em um lugar onde nada cabe...
Aqui estou, e faz muito frio... penso em você...
Mas por puro orgulho, você não sabe!

Um comentário:

  1. Existem momentos em que o "CEDER" pode ser um lance suicida na vida ... enfim ...

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir