domingo, 7 de fevereiro de 2010

Todas Elas


Gosto de todas as mulheres
Cada uma delas tem a sua particular beleza
Cada uma delas
Marina, Camila, Antonia, Tereza...
Gosto de todas as mulheres
As loiras, as morenas, as ruivas, negras, as orientais
Gosto até mesmo das que nem ao menos se gostam
Aquelas um pouco artificiais
Gosto de todas as mulheres,
De social, de vestido, de biquíni, de shortinho
Gosto de todas elas, de saia, de terno, de farda
De pijama e até de casaquinho...
Gosto de todas as mulheres
As românticas, as provocantes, as sensuais
As atrevidas, as magras, as gordinhas, as raimundas
Que como tais, como mulheres, carregam em si
Dores profundas...
Gosto de todas as mulheres, as maliciosas, as simpáticas
As sérias e as divertidas, todos carregam no peito
Um grande amor, todas levam consigo muitas feridas
Gosto de todas as mulheres, já sonhei com milhares
Não passaram por minha vida muitas
Mas não passaram também as vulgares...
Gosto de todas as mulheres
Todas, todas, todas, sem acepção,
Todas merecem uma chance
Um romance, um perdão
Todas merecem uma oportunidade
De casamento, de aumento, de amor
De cumplicidade...
Gosto de todos os estilos
d as Roqueiras, das clássicas, das Eruditas
das sambistas, das funkeiras, das mal e benditas, (das freiras?)
Não gosto das que oferecem vantagens do Cartão,
E suas superpropostas exclusivas e costumeiras
Perdoai as vendedoras de telemarketing
Mas livrai-me das barraqueiras...
Gosto de todas as mulheres
As novas, as velhas, as mães, as avós
As pacientes, as histéricas e as loucas...
das quem amam um drama
das boas de prato, das boas de c...
todas têm sua função
Seu papel, sua finalidade...
Todas! As inteligentes, as bobinhas, as espertas, as certinhas
As erradas, as tortas,
as feitas, e até que, Deus as tenham,
As mortas...
Mas as mulheres que mais gosto
São aquelas cheias de vida
Aquelas que souberam visar um objetivo
E calaram com conquistas suas feridas
Aquelas que estão sorrindo, e deixam-nos bem
Com um simples bom dia
Aquelas que têm um brilho nos olhos
Saboneteiras, e covinhas...
Aquelas que cuidam dos seus cabelos
E que andam sempre perfumadas...
E aquelas que estão sempre pensando
Sonhando, amando, qualquer pessoa certa
E tantas vezes a mais errada
As mulheres que mais gosto
Têm um jeito de meninas
Têm um senso de humor elevado
Gostam de futebol, sem deixar de ser femininas
São corajosas, estrategistas, às vezes nervosas
Outras vezes, pessimistas
Devo ressaltar que as melhores são as solteiras
As difíceis e as independentes
Para as quais, por covardia, ou medo
Lhes faltam pretendentes...
Mas são lindas, e persistentes,
Dão às luz e vivem intensamente
Choram, Brigam e reclamam
As mulheres que mais AMO
São aquelas que se amam...!

4 comentários:

  1. então é hora de repensar e repaginar a vida não?

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  2. Concordo com o Paulo...
    Lindo o texto, virei fã de carteirinha! rsrsrs
    Bom seria receber elogios assim com mais frequência!

    Bjk =)

    ResponderExcluir
  3. Hahahahaha que amor de poesia!
    Que coisa mais linda!
    Mas tenho um protesto a fazer....as funkeiras????

    ResponderExcluir
  4. é meu caro amigo ...
    quem mandou torcer para o
    São Paulo ??? kkk ... deve ser
    esse o problema ... .......
    vira Atleticano ... td bem q vc num vai
    ganhar + nenhum titulo mas ... pelo menos
    vai apagar um ponto negativo com as mulheres
    kkkkkkkk

    Abraço

    ResponderExcluir